ATO SIMBOLICO:

Professores e Servidores "enterram" Prefeita em ato simbólico pelas ruas

G9:

Marcony, Roberth, Hiater e Poré pedem desculpas e firmam oposição na Câmara Municipal de Bom Jardim.

FLAGRANTE:

Cantor da "Moto Honda" é preso por tráfico de drogas com 9 pedras de crack em Bom Jardim.

CASO CONCURSO 2:

Desembargador mantem decisão do Juiz de Bom Jardim que assegura o direito dos concursados de 2011

A FARRA DE COMBUSTIVEL EM BOM JARDIM

A Farra do Combustível em Bom Jardim. Até BMW é abastecida com notas da Prefeitura.

sábado, 19 de abril de 2014

AÇÃO SOCIAL: Prefeitura de Bom Jardim faz entrega de peixes na Semana Santa.

Ação Social.
INFORMATIVO:

A Prefeitura Municipal de Bom Jardim, realizou na ultima terça (15) e quarta (16), através da SEMAS (Secretaria Municipal de Assistência Social) em parceria com outras secretarias, uma ação social que beneficiou milhares de famílias bom-jardinense.

Segundo informações da assessoria da SEMAS, foram entregues 17 mil KG de peixes, sendo que destes foram 12 mil kg na sede do município e 5 mil na Zona Rural, os peixes eram da espécie tambaqui e foram distribuídos respectivamente nos bairros e povoados próximos à sede como; ( Povoado Zé Boeiro, Tirirical, Boa Vista, Barraca Lavada, Vila Abreu Santa Luz e Rosário.) 

Questionado sobre o atraso na entrega em alguns bairros, A assessoria da SEMAS comunicou que aconteceu por que houve problemas no transporte e na pesca, já que os peixes foram adquiridos ainda vivos, mas que mesmo com o contratempo, os peixes foram entregues a todos os bairros. (bomjardimma)

“Em suas palavras a secretária de Assistência Social Meire Belém enfatizou a importância das entregas de peixe para população bom-jardinense. "É tradição e essa é vontade da Prefeita Lidiane e de seu marido Beto que fizeram acontecer essa grande ação social em bom jardim com peixes bom e de qualidade, agradeço a todos que colaboraram com o sucesso desse trabalho”. Disse a Sec. de Assistência Social Meyre Belem.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Assistência Social de Bom Jardim.


















sexta-feira, 18 de abril de 2014

MA 318: Viatura da Policia de São João do Caru atola em estrada que Dep. Antonio Pereira diz está a todo vapor.

Realidade para Dep. Para população ainda continua sendo
apenas um sonho.
É vergonhosa a situação da MA-318, estrada estadual que liga os municípios de Bom Jardim a São João do Carú, na Região do Vale do Pindaré. Um policial militar demonstrou a sua indignação nas redes sociais após a viatura da Polícia Militar do Maranhão atolar em um lamaçal na MA-318 ao atender um chamado na zona rural do município.

Estrada essa que em eventos políticos no Maranhão o Deputado Antonio Pereira que será o candidato da prefeita de Bom Jardim diz está iniciada e a todo vapor.


"Essa é a estrada dos Senhores, que o Governo do Estado, anuncia está em fase final de pavimentação. Hoje ao retornarmos do Povoado Centro dos Muchinhos, a viatura atolou em um lameiro nas proximidades dos Povoado Santana dos Machados. Foi preciso a ajudada de motoqueiros e moradores do Povoado para sairmos. Quando sofrimento para propiciar à comunidade o mínimo de segurança pública. Trabalhamos na base da força de vontade", destacou o policial militar Reginaldo Brito.


O Governo do Estado havia divulgado a assinatura da ordem de serviço para início das obras, algo que ainda não aconteceu após meses do anúncio. O relato do policial militar reflete o descaso da Governo do Estado com a população maranhense.



blogueiroluziense.

Por descaso na educação, indígenas Guajajaras de Bom Jardim deixam retido carro do Governo do Maranhão.

Carro do Governo é retido pelos indígenas
por falta de assistencialismo na Educação.
O povo indígena Guajajara da Terra Indígena Pindaré, Município de Bom Jardim-MA, vem por meio desta, comunicar, que por motivos de força maior, relacionados a problemas pertinentes à EDUCAÇÃO INDÍGENA, que há muito tempo tem se discutido e buscado apoio das autoridades competentes, no sentido de garantir nossa cidadania, amparados pela CONSTITUIÇÃO FEDERAL. Problemas estes que passamos a expor: busca por uma EDUCAÇÃO de QUALIDADE e suas variantes como contratação de zelador e merendeira, situação de Gestor e Secretário escolar para as escolas indígenas, regularização do professor de escola indígena junto ao INSS, aumento de salário de professor, realização de concurso público para escolas indígenas, formação inicial, continuada e superior para professor, alimentação escolar, reforma e ampliação das escolas, construção de bibliotecas escolares, construção de quadras poliesportivas, construção de laboratório de ciências, matemática, informática entre outros, disponibilização de internet para todas as escolas, aquisição e distribuição de material didático, pedagógicos e administrativos, aquisição e distribuição de utensílios de cozinha, fardamento escolar, recurso do PDDE de algumas escolas que é repassado para a conta da SEDUC, mas não chega às escolas, e situação do modelo de fornecimento do transporte escolar indígena, onde podemos citar que recentemente, uma de nossas alunas sofreu um acidente de bicicleta indo para a escola devido a falta de transporte escolar, estando impossibilitada de frequentar às aulas até que esteja recuperada.
Publicidade.
Todos esses itens mencionados mostram a atual situação pela qual passamos, aliados a outros problemas físicos das escolas, como péssimo estado de conservação, goteiras etc... Vale ressaltar que já tentamos fazer uso do diálogo por várias vezes e nada conseguimos. Assim, apesar de sabermos, que medidas extremas só devem ser tomadas em ultima instancia, resolvemos reter o veículo de propriedade do governo do estado, a serviço da SEDUC, em nossa aldeia, com o objetivo de chamar a atenção dos responsáveis pela Educação Indígena, no sentido de buscar uma solução para nossos problemas.

Por: Flauberth Guajajara

www.bomjardimma.com

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Temendo mais impostos, Câmara de Bom Jardim rejeita novo Código Tributário enviado pela Prefeitura.

Ultima Sessão na Camara de Bom Jardim.
A Câmara Municipal de Bom Jardim rejeitou na sessão de terça-feira, 14, em votação, o projeto do Poder Executivo que visam alteração do Código Tributário do Município, que havia sido elaborado anteriormente por uma empresa terceirizada.

Código Tributário

Durante a discussão do Projeto de Lei que institui o Código Tributário Municipal, os vereadores se posicionaram contra a aprovação, alegando o conteúdo estar incompleto, desequilibrado, injusto, ruim e principalmente a falta de uma audiência publica para discutir com os comerciantes e a sociedade em geral este novo código. A vereadora Sonia considerou ainda que projeto “é uma aberração”.

O vereador da base governista (O único compareceu a sessão) Arão, solicitou o adiamento da votação por uma semana, para maior discussão. Mas a plenária e o próprio presidente da Camara Dr. Silvano ressaltaram que tal projeto já estava na Câmara desde outubro do ano passado aguardando o agendamento de uma audiência publica pela Prefeitura para explicar e esclarecer a nova tributação, o que não aconteceu.

Publicidade.
Assim, os vereadores não aprovaram o pedido de Arão Silva e o projeto foi rejeitado, pela maioria dos membros da Casa por 8 votos a 1. 

Alem de todos os motivos já citados, existiu o temor a novos e abusivos impostos que seriam implantados para os comerciantes e a população e claro à motivação politica e falta de articulação do Governo com os vereadores que a pouco tempo era seus aliados, mais uma das varias derrotas da Prefeita de Bom Jardim no legislativo municipal.

www.bomjardimma.com

quarta-feira, 16 de abril de 2014

Cantor da "Moto Honda" é preso por tráfico de drogas com 9 pedras de crack em Bom Jardim.

José Rosa Feitosa, "Antonio Feitosa", o Cantor da "Moto Honda" foi preso na madrugada de domingo (13) por tráfico de drogas em flagrante próximo a antiga Igreja Matriz, em Bom Jardim. A Polícia informou que o flagrante ocorreu por volta das 23:00h, durante patrulhamento de rotina.

A operação foi da Policia Militar em Conjunto com a policia Civil (Tenente Carrilho, Sargento JK, Soldado Leobino e APC Jardel), e segundo informações da corporação, ele estava atrás da antiga igreja. Com a aproximação da viatura o suspeito tentou fugir, mas os policiais conseguiram alcança-lo. Com ele foram apreendidos 09 pedras de crack, cachimbos que é usado para usar a droga, aparelhos celulares entre outros pertences.
O Suspeito já era investigado pela equipe da policia civil, devido a denúncias recorrentes sobre a atividade ilícita que o suspeito exercia.

Antonio Feitosa era famoso por fazer varias musicas que alegravam a população bonjardinense, como minha Moto Honda entre outros sucessos regionais. 

O Cantor foi conduzindo para a delegacia local de Santa Ines onde vai aguardar julgamento.

www.bomjardimma.com com informações da Policia Militar e Civil de Bom Jardim.

Publicidade.




NOVO ESCÂNDALO: Prefeita compra terreno sem autorização com valor SUPERFATURADO e do próprio marido em Bom Jardim.

Vazam nova serie de documentos
que comprometem a adm municipal.
O prefeito de fato de Bom Jardim, Beto Rocha, desapropriou-se de uma areá próximo ao antigo lixão, totalizando 50x60m cerca de 3.000 metros quadrados o que equivale a apenas uma linha de terra e vendeu para a Prefeitura de Bom Jardim que pagou por ela a bagatela de R$ 150.000,00 reais. Só que o valor real do terreno pode ser  exorbitantemente menor do que a administração municipal pagou. Segundo informações de donos de terras em Bom Jardim, tal terreno deve valer no máximo, estourando e já superfaturado uns 15 mil reais.

Para se ter ideia, uma Hectare equivale a mais de 3 linhas.

A área comprada pela prefeitura correspondente a pouco mais da distancia de um poste de energia elétrica a outro. Com isso, cada metro quadrado sairá por nada mais nada menos que R$ 50,00. O pagamento foi a vista.

A compra foi feito no dia 03 de maio, a quase 1 ano e até agora nunca apareceu documento na câmara para autorizar a negociação.

Denúncia
Alem do valor claramente SUPERFATURADO, não houve qualquer tipo de permissão da Câmara Municipal de Bom Jardim, um ato que pode gerar até improbidade administrativa. O caso foi comentado ontem na Câmara pelo Vereador Marcony. "Senhores, alem de todas as irregularidades que constam neste documento, ainda não há autorização desta casa para esta compra que alias vem a ser um escândalo este superfaturamento". Ver. Marcony na tribuna.

Segundo informações da denuncia, o terreno tem topografia irregular, solo de qualidade irregular, é próximo ao antigo Lixão, uma área provavelmente inadequada para o uso de edificações e de difícil acesso, não ha justificativa plausível para a diferenciação, e que diferenciação de preço no terreno.

Na justificativa do documento que não foi enviado a Câmara Municipal, a área seria para uma construção de uma creche, que segundo informações da denuncia já estariam até em funcionamento em documentos e que por isso foi alugado as pressas o salão paroquial por medo de uma possível fiscalização.

Escândalo.

Alem de todas as irregularidades feitas na denuncia, ainda existe a pior, o terreno superfaturado foi comprado de um desmembramento da fazenda Limoeiro que é propriedade do marido da Prefeita, O Sr. Beto Rocha, no documento consta a assinatura do Sr. José Rodrigues dos Santos que é o pai do pecuarista e verdadeiro dono da fazenda.

Publicidade.
O caso já se encontra com os vereadores de Bom Jardim que farão denuncia formal ao Ministério Publico e provavelmente formarão alguma comissão para investigar o caso.

E para você? Quanto custa a linha de um terreno em Bom Jardim... Comentem deixe suas opiniões.

www.bomjardimma.com



terça-feira, 15 de abril de 2014

"Nos Perdoem" Marcony, Roberth, Hiater e Poré pedem desculpas e firmam oposição na Câmara Municipal de Bom Jardim.

Ver. Hiater pede perdão aos bonjardinenses.
Os vereadores Marcony, Roberth, Hiater e Poré fizeram questão de confirmar que estão no grupo de oposição em discursos na tribuna da Camara Municipal de Bom Jardim.

Com uma galeria completamente lotada de manifestantes que expressaram seus sentimentos de revolta, os vereadores foram discursando os motivos de suas saída do governo um a um, todos foram enfáticos afirmando que tinham ido ao grupo de situação para "somar" mas que na verdade não tiveram vez em nada, demonstrando o descompromisso que a gestão tem até com seus próprios aliados. Outra palavra que foi mencionada pela maioria dos vereadores que agora são oposição foi: "NOS PERDOEM" e Admitimos nossos erros. Acompanhe agora alguns discursos.

O Primeiro a falar foi o Ver. Marcony.

O Ver. Marcony fez uma grande explanação de seus motivos da saída do governo, foi enfático em falar que sua intenção era de melhorar a educação de Bom Jardim, porem não houve melhoras, fez duras criticas ao Governo, disse está envergonhado e também pediu desculpas aos bonjardinenses afirmando que voltara a ser atuante na fiscalização, Acompanhe o discurso completo do Ver Marcony e suas justificativas. Agora no Vídeo Abaixo.

video

O Segundo a usar a tribuna foi o vereador Hiater:

Ver. Roberth Meireles
Para o vereador Hiater, a falta de respeito com os vereadores e principalmente com a população foi o estopim pra sua saída do grupo. Em sua fala deu apoio a CPI e cobrou atitudes severas do Ver. Manim que não participou da sessão. "Queria dizer, me sinto envergonhado, de ter passado um ano e 4 meses naquele governo, mas podem ter certeza que eu errei tentando acertar, e queria aqui pedir perdão, me desculpem as 40 mil pessoas deste município, principalmente aos 711 eleitores que votaram em mim, e estou sendo humilde e sensato em pedir perdão ao povo de Bom Jardim e tenha certeza que o voto do Ver. Hiater será pela libertação de Bom Jardim.

O Terceiro foi o Ver. Roberth Meireles.
Ver. Poré foi curto porem objetivo em suas palavras.

- "Primeiro lugar eu quero agradecer a deus por nos dar força de estarmos juntos, quero dizer ao povo, que quando estive naquele grupo minha perspectiva era que a educação mudasse, a saúde melhorasse, na época eu fui pro grupo pra trabalhar, para que o comercio e a educação tivessem desenvolvimento, errei mas não vou errar mais, e garanto a vocês, não votarei atras em minha decisão, os 4 mosqueteiros estão juntos pelo bem da população de Bom Jardim". "Eu represento a Vila Abreu, eu nao tive moral de botar uma pessoa la, e um rapaz que e secretario que tirou 4 votos botou 5 pessoas, e ainda disse que não tenho moral, pois eu vou mostrar é aqui assinando" Ver. Roberth Meireles.
Ver. Marcony. (Video)

O Ver. Poré que foi o ultimo a falar, foi breve em suas palavras.

"Eu so quero dizer que estou do lado de voces, e as coisas vao se ajeita do jeito que eu falei aqui."

OPNIÃO:

Com a formalização do G9 não são apenas 9 vereadores na oposição, vejam bem são dois terços do parlamento municipal. Resumindo, caso haja alguma comissão processante com provas suficientes para a cassação de um prefeito, estará na mão destes parlamentares a decisão ou não de derrubar o mandato de um executivo, a quem estava presente hoje na câmara deve ter estranhando quando os vereadores diziam "Meu Voto Será Pela Libertação De Bom Jardim" ou quando a Ver. Sonia falava que os nós que será dado vai ser bem apertado pra nao ter volta.

Com tantas conspirações a de se imaginar que a vinda desses vereadores nao deve ter sido a toa, pois bem, não adivinho o futuro então veremos os próximos capítulos desta novela.

Publicidade.

www.bomjardimma.com








Professores e Servidores "enterram" Prefeita em ato simbólico pelas ruas de Bom Jardim.

Professores e Servidores fazem funeral da educação
no município.
O enterro simbólico da educação comandada pela prefeita Lidiane Rocha pelas ruas de Bom Jardim, ocorrido na manhã de hoje (15) foi a demonstração do sentimento de revolta dos professores com a postura do executivo municipal com relação à educação e ao tratamento dispensado aos educadores, em estado de greve há mais de uma semana e podendo deflagrar greve geral a qualquer momento. Eles reivindicam a normalização das aulas na Zona Rural que estão a mais de 1 ano paradas, a merenda escolar nas escolas, distribuição de Livros Didáticos, pagamento do terço de férias; reajustes, convocação dos concursados e protestar contra o corte de 50% de seus salários.

“Este caixão significa todas as mazelas proferidas por esse governo, que so prejudicam os trabalhadores, como uma gestora pode corta pela metade o salario de um educador? Isso é um absurdo em pleno seculo XXI”, disse um dos Professores, que acompanhava a manifestação.

O protesto dos professores teve início na sede do sindicato dos Professores (SINPROBEM), onde vários trabalhadores, pais de alunos e claro professores saíram pelas principais ruas de Bom Jardim, ao chegarem na Sec. de Educação usaram a palavra em trio elétrico para denunciar à população os problemas que os educadores enfrentam no dia-a-dia na  e a falta de compromisso do governo em garantir melhorias salariais que valorizam a carreira do professor, perseguição politica e o corte de mais de 50% no salario dos concursados de 2011 neste ultimo pagamento.

Uma grande passeata, simbolizando o cortejo fúnebre para o enterro da educação do município, seguiu pela rua nova Brasilia (Rua do Forúm), onde os educadores realizaram várias formas de protesto, onde pararam em frente ao Ministério Publico Estadual e no Fórum de Bom Jardim, em carro de som os professores pediam atitudes do Juiz local e da Promotora de Bom Jardim sobre os desmandos que o município de Bom Jardim vive sobre essa gestão "Sr. Juiz e Srª Promotora ouçam nosso apelo, vejam os desmandos nesse municipio não é possivel que voces não estão vendo" Disse uma das manifestantes.

Em seguida se dirigiram pela BR 316 até a Sec. de Educação onde estenderam faixas e discursaram, a decisão de parar no prédio da Prefeitura foi cancelada porque a porta do prédio da prefeitura estava isolada com madeira a mando da gestora municipal. 

Ao passar pelas ruas, o povo manifestava apoio ao movimento que foi ganhando mais adeptos toda vez que passava por uma esquina, no total mais de mil pessoas participaram da marcha que foi organizada pelo SINPROBEM mas que teve o apoio do SINSERP e UMESB.

A presidente do Sindicato dos Professores de Bom Jardim, Elizangela, disse que a entidade busca, por meio de suas manifestações, pelo menos ser recebido pela administração para continuar as negociações com a prefeita de Bom jardim, a fim de garantir respeito aos professores da rede municipal de ensino. "Sabemos que provavelmente levaremos falta por fazer essa manifestação hoje, mas temos que estar juntos nesta caminhada, o interessante e que na Sec. de Educação nao tem ninguem e nem na prefeitura, duvido se eles levarão algum tipo de falta". Frisou a presidente do Sindicato Elizangela.

A caminhada terminou na Câmara Municipal de Bom Jardim, onde os professores fizeram o velório simbólico na plenária e assistiram a sessão que também acontecia hoje. Toda a manifestação foi pacifica e não houve precedentes. Acompanhe imagens exclusivas da manifestação da população de Bom Jardim contra o atual governo municipal.
Publicidade

wwww.bomjardimma.com - Mais imagens abaixo. Clique pra ampliar.


















Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More